O que é Placa Solar ?

A placa solar é um equipamento que transforma a energia solar em energia elétrica por meio da radiação solar. O painel solar é formado pelo conjunto de células fotovoltaicas arranjadas em série e em paralelo. A grande vantagem de investir em placas solares é reduzir a conta de energia elétrica e contribuir para o desenvolvimento sustentável do planeta, pois sua fonte de energia é inesgotável.

O que é placa solar?

            A placa solar é um equipamento que transforma a energia solar em energia elétrica por meio da radiação solar. No sol ocorrem reações nucleares, nas quais átomos de hidrogênio sofrem fusão formando átomos de hélio. Essa reação libera uma quantidade enorme de energia, a qual é irradiada em todas as direções do sistema solar na forma de partículas chamadas fótons. A energia solar irradiada chega à Terra com intensidade da ordem de 1000 W/m², mas a nível do solo a intensidade dependerá de diversos fatores como as condições climatológicas. Para entender melhor o que é energia solar leia o nosso Guia de Energia Solar.

            Quando os fótons emitidos pela energia solaratingem a superfície de um material semicondutor, silício sendo o mais comum, este absorve energia suficiente para que elétrons da sua camada de valência saltem para a banda de condução. Isto causa o aparecimento de uma diferença de potencial que induz uma corrente elétrica. Este fenômeno é chamado de efeito fotovoltaico, o qual é o princípio de funcionamento de uma célula fotovoltaica.

            A célula fotovoltaica é composta basicamente por duas camadas de materiais semicondutores: semicondutor Tipo-N e semicondutor Tipo-P. No caso do silício, o qual possui 4 elétrons na camada de valência, se combinado com elementos que possuem 5 elétrons na camada de valência, tem-se a formação de um semicondutor Tipo-N, com carga negativa devido à presença de elétrons livres. Porém, se combinado com elementos que possuem 3 elétrons na camada de valência, tem-se a formação de um semicondutor Tipo-P, com carga positiva, ou seja, ausência de elétrons. Quando esta junção é exposta à radiação solar, os elétrons livres fluem de uma camada para outra, originando a corrente elétrica.

Para alcançar potências comercialmente viáveis, uma única célula fotovoltaica não seria suficiente. Assim, os fabricantes conectam as células fotovoltaicas tanto em série quanto em paralelo para obter-se a tensão nominal e a potência-pico desejadas. Este arranjo, juntamente com seu encapsulamento, dá origem ao que chamamos de Placa Solar Fotovoltaica, que é também denominada de Módulo Fotovoltaico ou Painel Solar Fotovoltaico.

Portanto, a placa solar é o conjunto de células fotovoltaicas arranjadas em série e em paralelo.

Da irradiação solar normal total incidente sobre as placas solares, somente por volta de 13% da energia solar é convertida em energia elétrica. Isso ocorre devido às perdas térmicas, perda por reflexão da luz solar, recombinação de elétrons no material semicondutor, dentre outros fatores.

 As placas solares podem ser utilizadas em sistemas de geração que se dividem basicamente em dois grandes grupos: autônomos isolados da rede (off-grid) e conectados à rede (on-grid ou grid-tie). Sistemas autônomos podem ser utilizados com ou sem um banco de baterias. No caso de sistemas conectados à rede, as placas solares irão gerar energia solar durante as horas do dia de irradiação injetando o excedente na rede elétrica. Quando a geração solar for maior que o consumo, o sistema enviará energia para a rede, caso contrário a unidade consumidora receberá normalmente energia da concessionária. No final do mês, havendo geração superior ao consumo de energia, o consumidor receberá créditos de energia elétrica em Kilowatt-hora (KWh) com a concessionária de energia, os quais serão válidos por período de até 60 meses. A ideia é que o gasto de energia elétrica reduza significativamente, reduzindo ou mesmo “zerando” a conta de energia elétrica do consumidor. Já no caso do sistema fotovoltaico off-grid, a energia solar é armazenada nas baterias estacionárias de forma que o dispositivo possua autonomia durante a noite e em dias de condições climatológicas desfavoráveis.

            É importante ressaltar que a energia solar fotovoltaica gera corrente contínua. Portanto, para atender dispositivos que operam em corrente alternada, é necessário a instalação de um inversor de corrente.

            As placas solares devem ser instaladas em locais abertos onde não há sombreamento em relação à luz solar. Os painéis solares ficam expostos ao tempo, a gradientes de temperatura ao longo do ano, chuva, granizo, vento, resquícios urbanos (como bolas, pedaços de telhas, poeira). Desta forma, a placa solar fotovoltaica é projetada de maneira que possua resistência mecânica para suportar estes abalroamentos.

            A grande vantagem de investir em placas solares não se limita em apenas reduzir a conta de energia elétrica. Estes módulos fotovoltaicos também contribuem para o desenvolvimento sustentável do planeta devido à ausência de emissão de poluentes durante a geração de eletricidade e sua fonte de energia ser inesgotável. Além disto, as placas solares podem reforçar o sistema elétrico local e conseguir a independência do consumidor em relação à distribuidora de energia. Adquira a sua Placa Solar e desfrute dos benefícios sol.

            RESUMO:

O que é placa solar?

A placa solar é um equipamento que transforma a energia solar em energia elétrica por meio da radiação solar. O painel solar é formado pelo conjunto de células fotovoltaicas arranjadas em série e em paralelo. A grande vantagem de investir em placas solares é reduzir a conta de energia elétrica e contribuir para o desenvolvimento sustentável do planeta, pois sua fonte de energia é inesgotável.

1 comentário em “O que é Placa Solar ?”

Deixe um comentário